VEÍCULOS DE COLEÇÃO

Um Veículo de Coleção é um verdadeiro patrimônio cultural, em muitos casos o valor é imensurável quando se tratam de heranças de famílias somados ao valor histórico e emocional que representam.

 

Conservados como joias, que são e muitas vezes raras, o Veículo de Coleção e seu mercado mundialmente conhecido ao longo dos anos, provou ser uma ótima opção para diversificação de investimentos, pois além do prazer de desfrutar de experiências com os veículos, seus valores a cada década sofrem ajustes positivos.

COMO SURGIU O CERTIFICADO VEÍCULO DE COLEÇÃO NO BRASIL?

Conforme o Código Brasileiro de Trânsito de 23/9/1997 (Lei 9.503) os veículos antigos não poderiam continuar circulando, pois, a nova legislação da época passou a exigir algumas modificações e adaptações que descaracterizariam a originalidade de um veículo de coleção.

 

O certificado de Veículo de Coleção foi criado para regularizar esses veículos antigos com mais de 30 anos de fabricação. A determinação permitia a utilização de uma placa especial na cor preta que rapidamente se tornou um objeto de desejo por grande parte dos colecionadores, além de mantê-los com as suas características originais de fábrica sem a necessidade de adaptações, como o cinto de segurança de três pontos, espelho retrovisor lateral e encosto de cabeça, entre outros.

 

Após a certificação do veículo no Automóvel Clube do Brasil, o proprietário poderá dar entrada no processo de transferência para veículo de coleção. Para a substituição da placa que caracteriza o veículo de coleção (novo padrão Mercosul) você deve procurar um despachante ou ir diretamente ao DETRAN, CIRETRAN ou Poupa Tempo de sua cidade.